Yaku Nin Kumite – A prova dos cem combates

 

Yaku Nin Kumite – A prova dos cem combates

 

 

 O último teste do espírito de OsuA organização kyokushinkai construiu a sua força não somente com a habilidade em combate e a coragem do seu fundador, o falecido Grã – Mestre Masutatsu Oyama, mas também com a força dos seus praticantes. Assim, Sosai Oyama introduziu um teste único, um exclusivo do kyokushin karate, o “Hyaku Nin Kumite”, que significa “combater contra 100 Homens”.           Este é considerado como o último teste em kyokushin karate. Quando um karate – ka chega ao grau de Shodan ( cinto negro), é confrontado com vinte rounds de kumite duro. Mas o teste final do espírito Osu encontra-se na prova dos “100 Combates”, onde se enfrenta cem oponentes consecutivos em rounds que duram e minutos cada, em combate ao KO sem protecções. Sosai Oyama descobriu que o elemento primário não é a habilidade física, que facilmente poderá ser ensinada, mas uma atitude face à vida – força de vontade indomável, coragem e determinação – o espírito de Osu no seu extremo. O karate- ka não deve somente completar os cem combates, deve também preencher outros requisitos para o êxito da prova – quando derrubado não pode ficar no solo mais de cinco segundos, e deve ganhar claramente por Ippon ( full points ), mais de cinquenta combates. Quem ficar no tapete por mais de 5 segundos falha o teste, mesmo se isto acontecer no último combate. Sosai Oyama adaptou essa ideia de uma tradição das Artes Marciais que datava da metade do século XIX. A fim de demostrar que é possível passar este teste, na sua juventude, Sosai Oyama combateu 100 opositores por dia durante três dias consecutivos. Ele queria continuar por mais um quarto dia, mas ficou sem oponentes para combater. Ganhar um torneio como o Campeonato do Mundo representa sete ou oito rounds de kumite duro, normalmente divididos sobre três dias. Mesmo contando com quatro prolongamentos no máximo o competidor teria de encarar não mais do que trinta minutos de kumite, mas com intervalos demorados entre os combates para descansar e tratar dos ferimentos; e isto dificilmente pode ser comparado com os trezentos combates sem intervalos efectuados por Sosai! Um praticante de boxe poderá comparar esta prova com 300 rounds de boxe divididos sobre três dias, com um oponente fresco em cada round ! Para um jogador de futebol, isto seria como jogar três jogos de Grandes Finais por dia durante três dias consecutivos, e sempre sem intervalo ou qualquer outra paragem entre os jogos.E mesmo hoje, na nossa era dos super – atletas e programas de terino científicos e assistidos por computador, provavelmente não há um só homem que poderia repetir esta incrível proeza de Trezentos Homens Kumite , de Oyama. Não é de admirar, que só 14 pessoas no mundo passaram este teste com êxito, porque neste teste só os mais fortes, tanto mentalmente como fisicamente, vencem.O primeiro a completar este teste foi Steve Arneil de Inglaterra ( 30 anos de idade em 1965 ) e cinco meses mais tarde Tadashi Nakamura. A seguir Shigu Eru Oyama  ( 1966 ) , Loek Hollander da Holanda e John Jarvis ( ambos em 1966). Até esta data a prova dos Cem Combates realizava-se em dois dias. É então que Sosai Oyama decide que a prova dos Cem Combates passará a realizar-se num só dia. Shihan Howard Collins, 7º Dan da Grã – Bretanha foi o primeiro a completar o teste com esta nova regra e em menos de 4 horas, em 1972. O último a passar este teste foi Hajime Kazumi no dia 13 de Março de 1999, em 3 horas e 20 minutos. Ao completar este proeza, eles juntaram-se a um grupo de elite de homens que são considerados lendas vivas no Japão e no Mundo do karate.São estas as pessoas que o Sosai Oyama considera como os verdadeiras budokas, porque a sua preparação leva anos a formar um espírito indomável e uma vontade de ferro. Para conseguir, é necessário Ter um domínio forte do “ Espírito de Osu “,por outras palavras, uma perseverança além dos limites normais. A “prova dos Cem Combates “ é o “Teste Supremo do Espírito do Osu “, o último teste da perseverância física e mental nas Artes Marciais. A Prova dos Cem Combates oferece ao combatente de karate sério e dedicado, um desafio como não há outro em qualquer outra Arte Marcial ou desporto. Até o Tour de France, ou o Havai Ironman Triathlon não podem ser comparados se bem que requerem uma capacidada de resistência e força enorme. Dificeis como são, mesmo assim são ultrapassados todos os anos por muitos praticantes Sosai Oyama demonstrou que este úlitomo teste do Kyokushin Karate pode ser ultrapassado também e lembra-nos em colocar os nossos objetivos tão longe e alto quanto podemos.

Yaku Nin Kumite – A prova dos cem combates